Notícias

Assinatura Protocolo entre ONU Mulheres, MCA e ICIEG

Integração da abordagem de género na planificação e implementação de políticas e programas ligados ao sector do saneamento e água

 

Nações Unidas, Praia, 24 de Março de 2014 - A água é um factor chave no desenvolvimento, enquanto recurso indispensável para a vida, a saúde, a segurança alimentar e o progresso económico e social. Por isso, fortes razoes alimentam o uso de um abordagem de género na gestão deste sector. Embora tenha sido alcançada a meta dos ODM de reduzir para metade a proporção de pessoas sem acesso à água potável, não se registam os mesmos progressos no tocante à abordagem específica das questões que impedem que as mulheres e meninas tenham acesso a saneamento e água potável.

No ambito das comemorações do Dia Internacional da Água, que decorre de 21 a 28 de Março corrente, a ONU Mulheres e o Instituto para a Igualdade e Equidade de Género (ICIEG), assinaram com a Unidade de Gestão do Millennium Challenge Account – Cabo Verde II (MCA-CV II) , dois memorandos de entendimento visando a integração da abordagem de género na planificação e implementação de políticas e programas ligados ao sector do saneamento e água.
Neste sentido, o acordo com a ONU Mulheres visa promover uma actuação conjunta e efectiva em matéria de género na gestão do sector de Água e Saneamento e garantir que as questões sociais e de género sejam integradas nos projectos do MCA-CV II.

Em representação da ONU Mulheres, Vanilde Furtado, advogou que é preciso trabalhar para que as políticas em torno dos recursos hídricos integrem cada vez mais a dimensão género e que os diagnósticos e parcerias sejam feitos com base em dados e informações agregadas por sexo. “É necessário que os recursos humanos sejam tecnicamente cada vez mais capacitados para integração desta abordagem e garantir que os conhecimentos sejam efectivamente mobilizados, utilizados e reflectidos na formulação e implementação de políticas” declarou ainda Vanilde Furtado.

Por sua vez a presidente do ICIEG, Talina Pereira, considerou, que, a assinatura do documento com o MCA-CV II mostra que tem surtido efeito o trabalho que o ICIEG tem vindo a fazer junto das instituições sobre a importância de se ter a abordagem género como um mecanismos de planificação e elaboração de políticas e planos sectoriais.
Este segundo acordo (o primeiro foi assinado no dia 12 de Fevereiro), onde a ONU Mulheres vem colaborando com assistência técnica e financeira permite, ainda, que as questões sociais e de género integradas no quadro da reforma do sector de Água e Saneamento estejam em sintonia com os princípios e directrizes nacionais de transversalização da abordagem social e de género.

Share |