Notícias

 

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Seminário sobre metodologias de integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável nas políticas e planos estratégicos sectoriais e nacionais

 

Nações Unidas, Nova Iorque, 14 de dezembro de 2015 - "Para Cabo Verde grandes questões como sustentabilidade ambiental, a erradicação da pobreza, fazer face às iniquidades e às desigualdades regionais e bem como construir uma sociedade mais justa e com inclusão social são de alta relevância... Neste contexto um dos desafios importantes para o país é como Cabo Verde financiará o seu desenvolvimento na condição de pequeno Estado Insular e de rendimento médio, tendo em conta a questão da sustentabilidade da dívida pública, os recursos domésticos e o acesso ao financiamento e investimento" Ulrika Richardson na cerimónia de abertura do Seminário sobre metodologias de integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável nas políticas e planos estratégicos e sectoriais e nacionais, que decorreu esta manhã no Salão de Banquetes da Assembleia Nacional, presidida pela Ministra das Finanças e do Planeamento, Dra. Cristina Duarte.

A Ministra das Finanças e do Planeamento, Cristina Duarte, admitiu que para que Cabo Verde consiga cumprir com os ODS, será necessário uma mudança de atitude de todos e que o país deverá sair da lógica assente na acumulação de factor capital para entrar na lógica do trabalho e da produtividade. Para Cristina Duarte esta é a viragem que o país precisa ter uma economia assente numa lógica de gestão de factores para seguir o caminho de uma economia baseada em eficiência, acrescetando que “Nos próximos anos, este modelo de financiamento não vai funcionar, pois está esgotado e a prova são as taxas de crescimento que começa o país a experimentar quando a nível do orçamento toma-se a decisão, por imposição insustentável da dívida pública, de diminuir o investimento público”.

“Somos considerados uma economia por eficiência porque fizemos um bom trabalho a nível dos ODM e um elevado número de investimentos, mas por detrás disso está a dívida pública. Neste momento, apesar de estar dentro dos parâmetros da sustentabilidade, se o produto interno não crescer não poderemos sair da sustentabilidade da dívida pública”, acrescentou.

Com o encontro, pretende-se pretende disseminar informações sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e conscientizar as instituições públicas, as instituições privadas e a sociedade civil sobre a Agenda 2030 e seu significado para Cabo Verde e preparar os quadros do Ministério das Finanças e do Planeamento, dos Ministérios Sectoriais, dos Municípios, da Sociedade Civil e do Sector Privado para integrar os ODS no novo documento Estratégico e planificação do país. Para além disso, o encontro constitui uma plataforma para a partilha de experiencia de outros países no financiamento do desenvolvimento sustentável.

Salienta-se que em Junho de 2015, o Governo de Cabo Verde em parceria com as Nações Unidas realizou uma conferência internacional para os Pequenos Estados Insulares Africanos em Desenvolvimento e de Rendimento Médio, durante a qual foram partilhadas experiências na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio na perspetiva de concertação sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share |