Notícias

Representante da FAO recebe o Embaixador da Espanha em visita de cortesia

Nações Unidas, Praia 06 de Novembro 2014 - O Representante da FAO em Cabo Verde, Rémi Nono Womdim, recebeu em visita de cortesia o Embaixador da Espanha em Cabo Verde, Sr. Luis Ignacio Boné.

Durante o encontro, foram abordados temas relacionados com a excelente cooperação existente entre a Espanha e a FAO, e o Embaixador manifestou o interesse e a disponibilidade em dar continuidade a esta cooperação bem como as intervenções e projectos, que contam com a parceria da Espanha, em Cabo Verde e nos países vizinhos, e executados pela FAO.

Relativamente a Cabo Verde, foi analisada pelos dois responsáveis o andamento do projecto referente ao Centro Nacional de Culturas Hidroponicas e protegidas, construído, no quadro de um projecto financiado pela Espanha, cujo a FAO faz parte do Comite de Seguimento. Neste sentido e visando a rentabilidade do referido centro, de acordo com o Representante da FAO, já existe um financiamento para a execução de um projeto Piloto, para a instalação de 16 Unidades Hidroponicas, que contarão com a assistência técnica e outras especialidades a serem disponibilizadas pelo centro.

Por outro lado, e tendo em conta o papel que poderá desempenhar o Centro Nacional de Culturas Hidropónicas e protegidas, o Representante da FAO ressaltou que a realização da reunião da Rede Africana para o Desenvolvimento da Horticultura (RADHORT), em Cabo Verde, provavelmente no mês de Fevereiro do próximo ano e cujo financiamento já foi garantido pela FAO, poderá constituir uma oportunidade impar para promover o Centro e dar a conhecer, a nível regional as possibilidades de realizar acções de formação na área de hidroponia, destinadas a todos os países da Sub-região, uma vez que é o único do tipo nesta zona. O Embaixador da Espanha, por sua vez, mostrou interesse, em analisar a possibilidade, de se dar seguimento a novos projectos de cooperação com Cabo Verde, com particular enfase na área da hidroponia, contando com o envolvimento da FAO.

Share |